Manutenção de Motores Elétricos em BH

Para garantir sempre o perfeito funcionamento do seu motor elétrico industrial, confie nos técnicos especializados da Laplace Motores. Manutenção de motor é coisa séria e a Laplace não brinca em serviço: fazemos a manutenção do seu motor industrial em poucos dias, e ainda buscamos e entregamos para você.

Consertamos o seu motor industrial para falhas mecânicas ou problemas elétricos. Fazemos substituição da bobina, enrolamento ou rebobinagem, colocação de eixos e tampa (mancais) e ainda troca de rolamentos.

Não coloque seu motor defeituoso na mão de qualquer pessoa: confie no trabalho de quem realmente entende do assunto: Laplace Motores. Entre em contato ao lado ou ligue para nós, e vamos achar a melhor solução para o seu problema, e pelo melhor preço.

A manutenção de um motor elétrico pode ser de dois tipos:

1- MANUTENÇÃO PREVENTIVA

2-MANUTENÇÃO CORRETIVA

Seu motor elétrico está com problemas? Faça um diagnóstico agora!

São muito e variados os problemas que um motor elétrico pode apresentar. E o conserto pode também envolver especialidades como soldadores, eletricistas, torneiros mecânicos e mesmo engenheiros elétricos.

Alguns dos consertos oferecidos pela Laplace Motores:

  • Substituição da Bobina
  • Colocação de Eixo
  • Colocação e ajuste de Tampa (mancais)
  • Troca de rolamentos
  • Revisão geral do motor industrial
  • Diagnóstico de problemas

Fazemos manutenção em motores elétricos de 1 a 200 cv, monofásicos, bifásicos ou trifásicos, de todas as marcas.

Consulte-nos sobre motores acima de 200cv ou motores de dimensões especiais.

  1. A manutenção preventiva tem como objetivo detectar possíveis ou futuros defeitos que o motor elétrico pode apresentar;

Objetivo: Aumentar a vida útil do mesmo ou certificar-se que podemos contar com esta maquina elétrica – motor – por um período relativamente maior;

Passos a seguir para fazer a manutenção preventiva:

MECÂNICA

A) Limpeza de todo o motor, com retirada de graxa, óleos, pó, etc .

B) Abertura do mesmo, retirada das tampas dianteira, traseira, rotor e hélice de ventilação;

C)  Verificação dos mancais das tampa se há folgas nos mesmos, em relação ao estator e em relação a parte externa dos rolamentos ou buchas;

Em caso de folga na tampa, ela poderá ser substituída ou embuchada, (a critério do cliente, pois envolve custos).

D) Folgas no eixo do rotor: Os locais onde são as sedes dos rolamentos podem estar com desgaste, ou ainda o desgaste pode acontecer em locais do eixo do rotor onde vão selos mecânicos, re-tentores, cuja pressão pode gerar desgaste.

CORREÇÃO:

Substituição do eixo do rotor, ou encher com solda a folga e fazer usinagem na medida original;

Nestes casos, também devem ser substituídos os retentores e os selos mecânicos;

E) Pontas de eixo: Devem ser medidas, para se verificar se as polias não danificaram as pontas de eixo.

Em caso de medida inadequada; fazer a substituição do eixo ou enchimento com solda, dentro dos padrões metalúrgicos, preservando-se também os rasgos de chavetas e substituindo-se as chavetas caso necessário.

F) No rotor: Verificar a integridade da “gaiola de faraday” em casa ruptura na gaiola de faraday, fazer a recuperação da mesma com prensa e solda.

G) Para motores que trabalham em sistemas que vibram é necessário fazer o balanceamento do rotor e de hélices externas a ele acopladas ou polias acopladas, obtendo assim um sistema motor/máquina externa (balanceados).

H) Conferir integridade da hélice e tampa defletora (de ventilação).

I) Substituir os rolamentos.

PARTE ELÉTRICA:

A) Limpeza do estator e Limpeza das bobinas

B) Verificação da isolação

  • entre bobinas
  • entre fases
  • do bobinado para o estator

Em caso de baixa isolação sugere-se tratamento em estufa ou rebobinamento do estator;

C) Verificar se é nítida a leitura da numeração dos cabos;

D) Verificar o estado em que se encontra toda a extensão do cabeamento de saída do bobinado. Em caso de problemas tomar as medidas cabíveis;

E) Verificar a amarração dos dois lados do bobinado; Tomar medidas cabíveis se necessário;

F) Reimpregnar o bobinado com verniz e posteriormente com gliptal primer .

 

PARTE FINAL DA MANUTENÇÃO PREVENTIVA

Montagem completa;

Alimentar o motor com tensão contínua ou alternada nominal (conforme a característica do motor), verificando se as correntes elétricas resultantes estão de acordo com o previsto.

Medir a rotação do eixo, para verificar se ele atinge a rotação prevista.

 

Leia sobre a manutenção corretiva de motores elétricos.

Nós vamos até você!

A Laplace busca, reforma e entrega seu motor industrial para sua maior comodidade. Consulte condições.

Orçamento sem compromisso!

Converse com nossos atendentes para saber quanto custa o conserto do seu motor. Você vai se surpreender.

Atendimento rápido e eficiente

Conserto ágil com alta competência. Seu motor funcionando novamente em tempo recorde.

Solicite uma ligação e tudo fica mais fácil 🙂

Entre em contato agora mesmo e vamos conversar melhor sobre o seu motor elétrico e a solução para o seu problema.